News and Opportunities: News

MacaroNight 2021

A última sexta feira de setembro é a Noite Europeia dos Investigadores, e por toda a Europa decorrem eventos para honrar tanto a investigação como os investigadores. Para celebrar esta data, MacaroNight inclui os quatro arquipélagos da Macaronésia: Açores, Cabo Verde, Canárias e Madeira.

Este ano, o tema da MacaroNight foi “Green Deal in the Space of Macaronesia”, tendo como anfitriões a Universidade da Madeira e os seus stakeholders (Secretaria Regional da Educação, Município do Funchal, ARDITI e StartUp Madeira).

O evento decorreu em modo híbrido. MARE-Madeira apresentou a investigação corrente sobre cetáceos, macroalgas e lixo marinho, com apresentações virtuais sobre mergulho científico, drones e ROVs!

 

Na sexta (24 de setembro), os nossos estudantes de doutoramento Mieke, Sara, Claudio, e Alejandro representaram o MARE-Madeira no evento presencial para celebrar a MacaroNight 2021! Obrigado a todos os que estiveram presentes para aprender sobre ciência marinha e o trabalho desenvolvido pelo MARE-Madeira, ARDITI e OOM.

Limpando as praias da Madeira

No dia 21 de setembro, uma equipa do MARE-Madeira promoveu uma limpeza da Praia do Almirante Reis. A equipa foi liderada por Sara Pereira, que quantifica o lixo marinho para fins relacionados ao seu doutoramento.

Um outro grupo, composto por estudantes de Erasmus, ajudou aos investigadores a limpar a Praia Formosa, e aprenderam sobre o impacto do lixo nos oceanos.

Para saber mais, oiça a entrevista de Sara, na RTP-Madeira (13:00).

Dia Internacional dos Oceanos 2021

No dia 8 de junho de 2021, dia internacional dos oceanos, uma equipa do MARE-Madeira esteve em Câmara de Lobos para apresentar o potencial de Veículos Não Tripulados e aplicações de detecção remota para a ciência ao Presidente da República e ao Presidente do Governo Regional da Madeira. A equipa apresentou parte do trabalho efetuado relativamente a mapeamento de habitat, detecção de lixo marinho, censos de mamíferos marinhos e também do uso destas tecnologias para levantamento batimétrico e topográfico, para avaliar o risco de inundações em zonas costeiras.

A apresentação também incluiu uma demonstração operacional do núcleo operacional de Sistemas Aéreos Não Tripulados (UAS), do Comando Operacional da Madeira, com quem investigadores têm colaborado para melhorar a obtenção de dados e imagens aéreas na Região Autónoma da Madeira.

Modelando os cetáceos dos Açores utilizando dados de avistamentos – MONICET

Marc Fernandez esteve recentemente nos Açores para colaborar com a equipa de Azores delphis project. Juntamente com Laura Gonzalez, estão a trabalhar para continuar a desenvolver a plataforma MONICET.

Marc é o fundador da MONICET, uma plataforma que regista os avistamentos diários de espécies de cetáceos reportados por empresas baseadas em avistamento das mesmas, no arquipélago dos Açores. A base de dados da MONICET está ativa há mais de 12 anos e atualmente é utilizada para modelar distribuição de cetáceos!

Para saber mais sobre MONICET, visite http://www.monicet.net/pt.

A baleia-piloto da Calheta

A equipa focada em baleias do MARE-Madeira teve o prazer de conhecer Piera Mattioli, a artista responsável pelo mural na marina da Calheta.

A baleia-piloto tropical (Globicephala macrorhynchus) é uma espécie existente na Madeira. Estamos gratos à artista por juntar a comunidade madeirense para celebrar esta espécie icónica! Juntos esperamos que outros se sintam inspirados, e que aumente o conhecimento das baleias-piloto da Madeira.

 

 

 

CHEGOU O VERÃO

MARE Centro de Ciências do Mar e do Ambiente

O verão chegou, e com ele, o início dos censos subaquáticos efetuados anualmente pelo MARE-Madeira e ARDITI. Estes censos são efetuados na costa sul da ilha da Madeira, e procuram averiguar o número de algas, invertebrados e peixes em múltiplas localizações, profundidades e contextos ambientais. Monitorização contínua a longo prazo, como os censos, permite detetar padrões, e facilita o entendimento de fatores e estressores que afetam as espécies.

Desde 2017, ano em que a equipa do MARE-Madeira deu início a esta atividade, envolvendo vários projetos, muitos investigadores e voluntários aderiram à iniciativa. Graças à cooperação com organizações e operadores de mergulho, este recente programa a longo prazo já contribuiu para projetos e artigos.

Esperamos que, com o passar dos anos, continuemos a melhorar este banco de dados para a comunidade científica alargada, para facilitar a gestão e conservação do meio. Seguem-se alguns exemplos do trabalho da equipa: